Coronavírus e a Prevenção para o Comércio
ACIP Boa Vista Coronavírus e a Prevenção para o Comércio

Coronavírus e a Prevenção para o Comércio

Diante do avanço do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, uma série de medidas, que as autoridades e a população em geral devem adotar, estão sendo anunciadas pelo Ministério da Saúde, como o cancelamento de eventos e o isolamento social.

Além disso, mudanças de hábitos podem ser essenciais para diminuir a transmissão e evitar um caos no sistema de saúde.

Vale a pena lembrá-las:

  • Lave as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabonete, use álcool em gel.
  • Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evite contato próximo com pessoas doentes.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra boca e nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço de papel e jogue-o no lixo.
  • Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados frequentemente.
  • A forma de cumprimentar o outro deve mudar, evitando abraços, apertos de mãos e beijos no rosto.

Mas quais as atitudes e ações que as empresas e o comércio podem adotar e que tornarão os ambientes mais seguros, reduzindo o contágio?

Recomendaçõe para os Estabelecimentos

Os vírus respiratórios se espalham pelo contato, por isso a importância da prática da higiene frequente, a desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares, brinquedos, maçanetas, corrimão, são indispensáveis para a proteção contra o vírus.

Pensando nisso, listamos uma série de ações que poderão ser adotadas pelos estabelecimentos para ajudar a combater essa pandemia:

  • Atenção redobrada à limpeza geral do estabelecimento, especialmente maçanetas, corrimãos, balcões e piso.
  • Funcionários da limpeza devem usar equipamentos de proteção individual, como luvas e máscaras.
  • Todos os funcionários devem ser orientados e, caso manifestem sintomas da doença, devem comunicar imediatamente o responsável e serem afastados.
  • Os funcionários devem permanecer em casa se estiverem doentes.
  • Instalar dispensers com álcool em gel (acima de 70), em áreas estratégicas.
  • Os funcionários devem ser orientados para lavar as mãos constantemente e a usar o álcool gel.
  • Na limpeza geral recomenda-se: alvejantes, álcool ou produtos com hipoclorito de sódio
  • Manter os ambientes das áreas comuns bem arejados com ventilação natural (portas e janelas abertas), evitando o ar condicionado, se possível.
  • Manter superfícies e objetos que são tocados com frequência desinfetados (maçanetas, corrimãos, balcões, mesas etc)
  • Evitar elevadores lotados (caso de escritórios comerciais).
  • Cuidado com o manuseio do lixo. As fezes são transmissoras do vírus. Peça aos responsáveis que fechem bem os sacos e oriente a equipe de limpeza para o uso obrigatório de luvas.
  • Abasteça os banheiros das áreas comuns com álcool em gel, sabonete e papel toalha.
  • Evite, nesse momento, contratações emergenciais de serviços e pedidos de pagamentos extras, buscando prever, no mínimo, três dias de antecedência para pagamentos fora da rotina.
  • Oriente e dê assistência aos seus funcionários, assegurar a saúde deles também é nossa responsabilidade, especialmente os com mais de 60 anos.
  • Alguns centros de imunização estão realizando vacinação contra a gripe (gratuita para grupos de risco), visando diminuir aglomerações nesse período e aumentar a cobertura vacinal da população. Consulte as empresas, se for o caso.
  • Evite reuniões e proximidade de seus funcionários.

Idosos e Grupos de Risco

As recomendações em relação aos cuidados com os idosos são de extrema importância.

O ideal é que eles permaneçam em isolamento por todo o período

do pico da pandemia no Brasil, mas se aparecerem em seus estabelecimentos, deem prioridade para que o tempo lá seja o mais breve possível.

Oriente-os para os familiares podem providenciar o abastecimento ou, se seu estabelecimento tem algum serviço de delivery, oriente-os a utilizá-lo para que não precisem sair de casa.

Neste momento de crise, recomendamos paciência e que as ações sejam tomadas pelo bem coletivo. Afinal queremos proteger nossos pais, avós e a população mais vulnerável.

Respeito, responsabilidade e solidariedade devem ser nossa arma contra a pandemia do COVID-19.

Boa semana a todos!

Acesse nosso folheto para impressão, clicando aqui.

Deixe uma resposta